Comissão de Saúde publica

Dados da Classificação de Risco de 2017 e 2018

Alvorada, 15 de Agosto de 2018.

Conforme solicitado pela Comissão de Saúde, em visita na tarde do dia 03/08 ao Hospital de Alvorada, seguem abaixo os dados de Classificação de risco dos anos de 2017 e 2018.

Fizemos, também, um breve resumo de como funciona o Protocolo de Manchester, utilizado em diversos hospitais para triagem dos atendimentos, inclusive no Hospital de Alvorada.


Protocolo de Manchester


O protocolo de Manchester consiste em um sistema de triagem baseado em cinco cores: vermelho, laranja, amarelo, verde e azul, vermelho representando os casos de maior gravidade, e azul os casos de menor gravidade. Esse sistema é empregado mundialmente na maioria dos hospitais e clínicas de emergência.


Como funciona?


A triagem analisa diversas variáveis que implicam a gravidade do paciente: sinais vitais, sintomas, intensidade das dores, glicemia, quadro clínico, dentre outros indicadores, que irão variar de acordo com a instituição. A seguir apresentamos a escala de cores mais utilizada e as características de cada uma na hora do atendimento.
 

*As classificações NÃO URGÊNCIA e POUCA URGÊNCIA são, em princípio, classificações de risco com atendimento preferencial nas Unidades Básicas de Saúde.